Alemanha Merkel eleições

Resultados incertos nas eleições alemãs neste domingo

Às vésperas da votação, pesquisas eleitorais mostram um empate técnico entre dois candidatos

Os principais candidatos a chanceler federal da Alemanha participaram na sexta-feira (24) de seus últimos grandes eventos de campanha antes da eleição de domingo, que entra para a história por marcar o fim da era Merkel, mas também pela disputa altamente acirrada.

Nunca os resultados foram tão incertos: às vésperas da votação, pesquisas eleitorais mostram um empate técnico, dentro da margem de erro, entre as duas legendas que dividiram o poder nos três dos quatro mandatos de Angela Merkel como chanceler federal.



Ambos os partidos – a União Democrata Cristã (CDU) de Merkel e seu atual parceiro de coalizão, o Partido Social-Democrata (SPD) – buscam agora encerrar esse acordo e encabeçar um novo governo provavelmente sem o outro. Mas quem sairá com a vitória, ainda é uma incógnita.

Essa incerteza injetou na corrida eleitoral um senso de urgência, claramente demonstrado nos eventos de campanha dos principais partidos nesta sexta-feira. Em dois dias, eles saberão como suas mensagens chegaram aos eleitores.

As políticas dos dois partidos podem divergir, mas os verdes compartilham com a CDU a frustração de uma campanha que não saiu conforme o planejado. Seu distante terceiro lugar nas pesquisas representa quase o dobro do resultado eleitoral do Partido Verde em 2017, mas está muito longe das altas que a legenda registrou mais cedo neste ano, quando chegou a liderar a corrida.