Brasil e 11 países discordam da conferência na Suíça

Ucrânia soldados guerra Misto Brasília
Soldados observam casas destruídas na guerra da Ucrânia/Alaraby TV

O documento assinado por 80 dos 92 países presentes, discutiu uma saída para a guerra na Ucrânia

Por Misto Brasil – DF

O Brasil, junto com 11 outros países, recusou assinar a declaração final da conferência, por discordar das conclusões indicadas no documento.

Os países do Brics que participaram da conferência sobre a Ucrânia na cidade de Burgenstock, na Suíça, incluindo o Brasil, se recusaram a assinar o comunicado conjunto sobre os resultados das negociações, se depreende da lista de países que assinaram o comunicado.

No início de domingo (16) Dmitry Kuleba, ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, anunciou que o texto da declaração da cúpula sobre a Ucrânia estava pronto e que todas as posições de princípio de Kiev haviam sido levadas em consideração.

O documento foi assinado por 80 dos 92 países presentes, mas a África do Sul, Arábia Saudita, Armênia, Bahrein, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Índia, Indonésia, Líbia, México, Santa Sé, Suíça e a Tailândia não o assinaram.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas