Espanha solicitou intervenção de corte internacional na acusação contra Israel

Faixa de Gaza guerra destruição Misto Brasil
Prédios se transformaram num amontoado de entulhos em Gaza/Arquivo/Reprodução vídeo

O ministro de Relações Exterior, Jos;e Manuel Albares, disse que seu país qer apoiar o tribunal na implementação das medidas

Por Misto Brasil – DF

Nesta quinta-feira (06), o ministro das Relações Exteriores da Espanha, José Manuel Albares, anunciou que Madri solicitou intervenção na Corte Internacional de Justiça (CIJ) no caso de genocídio da África do Sul contra as ações de Israel na Faixa de Gaza.

A Espanha junta-se a outros países que afirmaram querer intervir, incluindo a Irlanda, que juntamente com a Espanha e a Noruega reconheceram oficialmente um Estado palestino na semana passada.

Albares disse que Madrid queria apoiar a CIJ na implementação de medidas, incluindo uma ordem a Israel para cessar a sua operação militar em Rafah, no sul do enclave palestino, mas deu poucos detalhes sobre o que a intervenção solicitada implicaria.

“Estamos fazendo isso [pedindo para intervir] por causa do nosso compromisso com o direito internacional, no nosso desejo de apoiar o tribunal no seu trabalho e fortalecer as Nações Unidas, apoiando o papel do tribunal como a entidade jurídica máxima no sistema”, disse o ministro em uma entrevista coletiva em Madri, citada pela Reuters.

No começo do mês de maio, a chancelaria da Turquia também anunciou que se juntaria ao caso.

“Queremos apoiar o tribunal na implementação das medidas cautelares, em particular a cessação das operações militares em Rafah, a fim de restaurar a paz, a cessação dos obstáculos à entrada de ajuda humanitária e a cessação da destruição de infraestruturas civis”, acrescentou o chanceler espanhol.
A CIJ é o órgão jurídico máximo das Nações Unidas, criada em 1945 para lidar com disputas entre estados, registrou a Sputnik.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas