Colégio de líderes decidirá sobre o pedido da CPI da Saúde

Deputado distrital Max Maciel Misto Brasília
Deputado distrital Max Maciel é filiado ao PSol/Arquivo/Agência CLDF

O assunto foi adiado para esta terça-feira, quando o requerimento de criação da comissão poderá ou não prosperar na Câmara Legilativa

Por Misto Brasil – DF

A discussão em torno da criação da CPI da Saúde no Distrito Federal será avaliada nesta terça-feira (04) pelo colégio de líderes da Câmara Legislativa.

A decisão foi anunciada após a reunião preparatória das pautas de votação, realizada na tarde desta segunda-feira (03).

O deputado distrital Max Maciel (PSol) disse que protocolou o requerimento com oito assinaturas. Há outros três pedidos de CPIs já protocolados, mas se depender da decisão dos oito líderes, essa questão do regimento interno poderá ser vencida.

Pela regra da Câmara Legislativa, as outras CPIs tem prioridade na fila de pedidos. O assunto foi adiado de hoje para esta terça-feira diante de uma série de outros assuntos que dominaram a reunião entre o presidente da CLDF, deputado distrital Wellington Luís, e os parlamentares.

Max Maciel disse que até agora o governo distrital não apresentou uma proposta para reduzir a pressão sobre a rede pública de saúde. O governo insiste em garantir que a crise não existe, mas a oposição e parte da base governista acha o contrário.

Filas de espera para cirurgia ou atendimento nas UPAs e hospitais são o calcanhar de Aquiles. Outra queixa é que as contas do Iges-DF estão dentro de uma “caixa preta”, onde quase nada ou nada pode ser auditado.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas