Colisões de veículos em postes aumentaram 144% no Distrito Federal

Energia elétrica manutenção DF Misto Brasília
Técnico faz a manutenção da rede de energia elétrica no Distrito Federal/Arquivo/Divulgação/Neoenergia

As batidas provocam prejuízos no fornecimento de energia elétricas e despesas para a troca dos postes

Por Misto Brasil – DF

Nos quatro primeiros meses de 2024, a Neoenergia de Brasília realizou a substituição de 22 postes destruídos por colisões de veículos.

Foram cinco equipamentos trocados por mês em consequência de batidas de carros, de ônibus ou de caminhões, de acordo com informações da companhia.

Esse número é 144% maior quando comparado com o mesmo período de 2023. As ocorrências resultaram na interrupção do fornecimento de energia para 41 mil brasilienses. A troca de um poste custa, em média, R$ 5 mil, em materiais, além da mão de obra especializada.

Dependendo da gravidade da ocorrência, as equipes de campo precisam também aguardar a realização dos trabalhos da perícia policial para poder então iniciar o trabalho de manutenção.

A empresaa dobrou a quantidade de equipes e projeta aumentar em até 30% a quantidade de postes trocados em 2024 frente a 2023.

“Além de substituir os postes, na maioria das vezes, os nossos técnicos precisam reconstruir a rede elétrica destruída por conta da colisão, o que resulta em um serviço de alta complexidade e que demanda um tempo e esforço dos times”, observou o gerente de Desempenho do Negócio, George Denner.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas