Fornecimento de água é interrompido em 35 bairros de Porto Alegre

Donativos Rio grande do Sul DF Misto Brasil
A Base aérea concentra todas as doações feitas no Distrito Federal/Arquivo/Joédson Alves/Agência Brasil

A paralisação foi necessária devido a um problema no sistema de gradeamento que impede a entrada de lixo na estação

Por Misto Brasil – DF

Neste sábado (18), o Departamento municipal de água e esgoto (Dmae) de Porto Alegre informou que precisou suspender as atividades na estação de tratamento São João, que é responsável por fornecer água a 35 bairros da capital gaúcha.

De acordo com o Dmae, a paralisação foi necessária devido a um problema no sistema de gradeamento. Ele impede a entrada de lixo na estação, especialmente devido às inundações causadas pelas fortes chuvas no início do mês.

A interrupção afeta aproximadamente 420 mil residentes da capital do Rio Grande do Sul.

Além disso, a Estação de Tratamento Moinhos de Vento também teve suas operações interrompidas, e o departamento tem fornecido água através de caminhões-pipa. Há expectativa de que o serviço seja restaurado até este domingo (19).

As enchentes e o transbordamento de rios e lagos após fortes chuvas afetaram 461 dos 497 municípios do estado, deixando mais de 618 mil pessoas fora de casa e 154 mortos.

O Rio Grande do Sul continua em alerta, visto que as previsões apontam para fortes chuvas ao longo da próxima semana, conforme noticiado.

O deputado federal Arlindo Chinaglia (PT), um dos vice-presidentes do Parlasul, o Parlamento do Mercosul, propôs usar uma verba do Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul, o Focem, que é formado a partir de contribuições dos países-membros (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) para projetos de desenvolvimento.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas