A semana bastante negativa para a Petrobras com maiores quedas no Ibovespa

Petrobras Engenheira Magda Chambriard
Magda Chambriard é a nova presidente da estatal Petrobras/Arquivo/Agência Brasil

As dúvidas do mercado são muitas, principalmente sobre como a nova presidente Magda Chambriard

Por Misto Brasil – DF

A semana desta sexta-feira (17) foi bastante negativa para a Petrobras, com o mercado repercutindo a saída repentina de Jean Paul Prates da presidência da estatal na última terça-feira (14), levando a debates sobre a governança da companhia.

As ações da estatal tiveram a segunda e a terceira maiores quedas do Ibovespa na semana, com baixa de 12,60% para PETR3 e de 11,76% para PETR4, informou o Infomoney.

Nos três pregões pós-demissão de Prates, a petroleira perdeu R$ 55,8 bilhões de valor de mercado, encerrando a sessão de sexta com um valor de mercado de R$ 492,6 bilhões.

As dúvidas do mercado são muitas, principalmente sobre como a nova presidente – a indicada para o cargo foi Magda Chambriard – irá lidar com as demandas do presidente Lula da Silva, uma vez que a executiva recebeu a missão de acelerar investimentos no comando da estatal, para que a petroleira seja a principal indutora de emprego e renda no país, segundo fontes com conhecimento das conversas ouvidas pela Reuters.

A expectativa é de mais intervencionismo, podendo levar a mais endividamento e menos dividendos (tese central do otimismo recente com as ações), mas parte dos analistas de mercado seguiu vendo com otimismo os papéis da companhia.

Nesta semana, o Goldman Sachs seguiu com recomendação de compra para as ações da petroleira.

Embora acredite que a mudança na gestão possa reacender preocupações em relação a uma potencial intervenção política, o banco vê um forte contraponto dos fundamentos sólidos e da forte geração de caixa prevista, também dada a melhor governança em vigor.

“A melhoria da governança tornaria difícil para uma nova gestão alterar significativamente a alocação de capital e as políticas de preços dos combustíveis, pelo menos num futuro próximo.

Por outro lado, acreditamos que será importante que os investidores monitorem se algum aspecto da atual governança em vigor poderá ser alterado após o recente anúncio”, avalia. A preferência, contudo, segue para a PRIO entre as ações do setor de petróleo.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas