Empresa de Gal Costa, que morreu em 2022, tem dívida de R$ 730 mil

Cantora Gal Costa Misto Brasília
A cantora Gal Costa morreu numa quarta-feira de novembro de 2022/Arquivo/Divulgação

Os débitos com tributos previdenciários somam R$ 188.401,79. As dívidas com a Prefeitura da capital paulista chegavam a R$ 549 mil

Por Misto Brasil – DF

A empresa de gestão artística de Gal Costa (1945-2022) acumula dívidas que podem ultrapassar os R$ 730 mil. A revelação foi feita pela empresária da cantora, Wilma Petrillo, em resposta às acusações que vem recebendo do filho da intérprete de “Baby” e “Chuva de Prata”, Gabriel Costa.

Os débitos são relativos a impostos atrasados da GMC Produções Artísticas junto à União e à Prefeitura de São Paulo, bem como pagamento de funcionários, restaurantes e até do colégio do menino, escreve Anna França, do Infomoney.

Os débitos com tributos previdenciários somam R$ 188.401,79. Já as dívidas com a Prefeitura da capital paulista chegavam a R$ 549 mil até o dia 1º de março de 2023. Há outras pendências, como ISS e taxas de fiscalização e lixo.

Em entrevista à revista “Piauí”, o irmão de Gal, Guto Burgos, disse que a artista precisou se desfazer de vários bens ao longo dos últimos anos, como imóveis em Salvador, Trancoso (BA) e Nova York.

Para a defesa de Gabriel, filho de Gal, cabe à Wilma apresentar as dívidas no inventário.

Os advogados do menino argumentam que a artista teria em seu patrimônio a mansão onde vivia no Jardim Europa, bairro nobre de São Paulo, avaliada em R$ 5 milhões, bem como obras de arte, dois automóveis de luxo, joias e recursos financeiros em contas bancárias no Brasil e no exterior.

A disputa entre o filho de Gal e sua madrinha, Wilma Petrillo, começou a se acirrar no início deste ano, quando ele completou 18 anos e entrou com um processo questionando a partilha e até a causa da morte da artista, exigindo a exumação do corpo.

No desenrolar dessa briga estão vindo à tona todas as mazelas vividas por Gal e a empresária no final de sua vida.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas