Damares Alves aparece como nova liderança política no Distrito Federal

Senadora Damares Alves e o senador Izalci Lucas Misto Brasil
Damares Alves e Izalci Lucas conversam no plenário vazio do Senado/Reprodução vídeo

Cacifada para concorrer ao Palácio do Buriti, ela não esconde que tem conversado “com todo mundo” sobre o pleito de 2026

Por Misto Brasil

A senadora Damares Alves (Republicanos-DF) tornou-se uma das principais lideranças políticas do Distrito Federal. Sem criar polêmicas no último ano e equilibrando-se nas discussões  polêmicas entre esquerda e direita, a parlamentar navega pelo centro e e tranquilamente pela direita. Assista um vídeo logo abaixo.

Lembrada, com frequência, para disputar o governo do Distrito Federal nas eleições de 2026, a senadora desconversa sobre os planos futuros. Numa recente pesquisa contratada pelo Partido Verde (PV), e divulgada há três dias, Damares aparece na frente de todos os nomes citados até agora.

A senadora venceria com 18,2% dos votos na pesquisa estimulada (quando os nomes são citados), Celina Leão (PP) teria 15,6% e Leandro Grass (PV), 10,4%. O levantamento foi feito pela Duda Pesquisas, que percorreu 20 regiões administrativas.

Damares tem sido procurada por lideranças para conversar sobre política local. Já conversou com o governador Ibaneis Rocha (MDB), com a “amiga” Celina, com o ex-senador Paulo Octávio (PSD) e também com o senador Izalci Lucas, que recentemente deixou o PSDB para se filiar no PL.

Na tarde desta quarta-feira (03), por exemplo, teve uma longa conversa no plenário do Senado com Izalci. Foi logo depois de outra conversa com senadora Leila Barros (PDT). A pedetista vem correndo por fora e no sábado (06) faz uma mobilização para filiar 400 pessoas na sede do PDT.

“Eu tenho conversado com todo mundo”, admitiu Damares. E brincou com os números da pesquisa, que apontam a parlamentar na pré-liderança ao Palácio do Buriti. É possível dizer que Damares está muito à vontade com a situação.

Damares tem dito que não é candidata. Tem trocado figurinhas com a sua principal cabo-eleitoral no DF, a ex-primeira dama Michelle Bolsonaro (PL).

Até agora há um entendimento para o projeto de 2026 que envolve o PP, numa composição para as eleições majoritárias. Michelle é citada para concorrer ao Senado Federal. Nessa composição aparece o nome de Ibaneis Rocha para o Senado.

Nessaarticulaçãoo, aparece ainda a deputada federal Bia Kicis (PL). Mas um novo personagem aparece nesse Clube da Luluzinha. E esse “cristão novo” tem altas pretensões.

Izalci foi para o PL para ter mais espaço político, mas terá que negociar com Celina Leão sobre o projeto ao governo.

As eleições no DF estão ainda longe de acontecer para o eleitor, mas para os políticos, cada dia conta na estratégia para conquistar as urnas.

O levantamento feito a pedido do PV

A pesquisa divulgada pela revista Veja, aponta que 40,6% do eleitorado simpatiza com a direita, 20,7% se diz de esquerda e 9,7% responderam que estão de centro.

A pesquisa contratada pelo PV concluiu que 80% dos eleitores são contrários ao aborto.

Quanto à descriminalização das drogas, 71% se dizem contrários, 59% são contra a proibição de venda de armas de fogo e 75%  são “a favor que as escolas públicas ensinem as crianças a rezar e a acreditar em Deus”.

Na sondagem para presidente da República, os mais votados seriam Jair Bolsonaro (30,9%),  Lula (28,5%), o governador de São Paulo Tarcisio de Freitas (6,5%) e o senador e ex-juiz Sérgio Moro (5,5%).

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas