Construção naval da Marinha dos EUA tem atrasos de um ano

Ucrânia manobras militares porta-aviões Misto Brasília
Porta-aviões são máquinas de guerra de máquina mobilização/Arquivo/Der Spiegel

Entre os fatores dos atrasos estão o desafios da cadeia de suprimentos e a dificuldade em encontrar trabalhadores qualificados

Por Misto Brasil – DF

Os esforços de construção naval de submarinos armados nucleares da classe Columbia e outras embarcações para a Marinha dos EUA enfrentam atrasos superiores a um ano, informa a USNI News.

A publicação citou um relatório sobre o andamento da construção naval da Marinha dos EUA.

O submarino de mísseis balísticos USS District de Columbia enfrenta um atraso de 12 a 16 meses, informou a Marinha dos EUA nesta terça-feira (02).

Quanto aos submarinos com armas nucleares da classe Columbia, o Departamento de Orçamento do Congresso estimou que o custo do programa aumente para US$ 120 bilhões (cerca de R$ 606 bilhões), o que é 20% acima das estimativas iniciais.

De acordo com a Marinha, a fragata de mísseis guiados USS Constellation enfrenta um atraso de até três anos. O porta-aviões USS Enterprise também está sofrendo um atraso de 18 a 26 meses, relatou o serviço militar.

A Marinha atribuiu os atrasos a fatores como o amadurecimento do projeto, os desafios da cadeia de suprimentos e a dificuldade em encontrar trabalhadores qualificados.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas