Lula da Silva indicou que vai focar em “políticas de incentivo” para a indústria naval

Lula da Silva e o ministro Sílvio Costa Folho autoriza dragagem do porto de Niteroi Misto Brasil
Lula da Silva ao lado do ministro Sílvio Costa Filho autoriza a dragagem do porto de Niteroi/Divulgação/PR

O presidente não deu maiores detalhes a, mas deixou claro que seu governo apostará no fortalecimento da indústria

Por Misto Brasil – DF

Ao participar do anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, em Niterói (RJ), nesta terça-feira (02), o presidente Lula da Silva (PT) indicou que o governo federal deve focar em “políticas de incentivo” para recuperar a indústria naval do país.

“Uma coisa que eu quero que as pessoas saibam é que vamos recuperar a indústria naval brasileira. Vamos voltar a ter uma indústria naval com emprego e renda para os trabalhadores. A dragagem do Porto de Niterói é parte deste fortalecimento”.

Em discurso durante o evento nesta tarde, ao lado do governador do Rio, Cláudio Castro (PL), Lula não deu maiores detalhes a respeito de como funcionariam esses incentivos, mas deixou claro que seu governo apostará no fortalecimento da indústria naval nacional.

“A gente vai recuperar a indústria naval brasileira. Não é possível um país do tamanho do Brasil, com 90% de todo ocomércio feito através do mar. Não tem sentido a gente ter déficit comercial na balança porque os nossos produtos são exportados e comprados em navios de bandeira estrangeira”, disse o presidente.

“É verdade que pode ser mais barato em alguns centavos. É verdade que pode ser mais barato em alguns dólares. Mas o fato de a gente alugar um navio lá fora faz a gente não gera emprego aqui. A gente não cria pequenas e médias indústrias aqui. A gente não vai ter componente nacional. A gente vai trazer produtos mais baratos, mas o povo vai estar desempregado”, prosseguiu Lula.

Segundo o petista, o principal objetivo do governo deve ser a geração de empregos dentro do Brasil. “Porque o emprego gera renda, a renda gera consumo e o consumo gera desenvolvimento”, afirmou. “Nós precisamos de políticas de incentivo, que têm de partir do governo federal. No meu governo passado, a gente financiou rede, financiou barco. A gente tem que voltar a financiar”, defendeu Lula.

Ainda segundo o chefe do Executivo, “não existe possibilidade de a gente recuperar este país se a economia não voltar a crescer”. “A economia voltando a crescer, ela vai gerar emprego. O emprego gera consumo. O consumo gera mais emprego e, assim, a roda gigante da economia vai girando e a gente vai voltar a crescer”, afirmou.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas