TRE-PR agendou para esta segunda o julgamento do mandato de Sérgio Moro

Sérgio Moro ex-juiz senador Misto Brasília
Sérgio Moro é senador da República pelo estado do Paraná/Arquivo

O tribunal analisa duas ações que podem cassar o mandato do senador protocolada pela federação PT/PV/PCdoB e pelo PL

Por Misto Brasil – DF

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) agendou para esta segunda-feira (01) o início do julgamento que pode levar à cassação do mandato do senador Sergio Moro (União-PR).

O presidente da Corte, Sigurd Roberto Bengtsson, reservou também as sessões de 3 e 8 de abril para a análise do processo.

A definição das datas ocorre após o presidente Lula (PT) formalizar, nesta quinta-feira (22), a nomeação de José Rodrigo Sade para o TRE-PR. A posse acontecerá em 6 de março, às 17 horas, informou a Carta Capital.

O TRE analisa em conjunto duas ações de investigação que podem cassar o mandato de Moro – uma delas protocolada pela federação PT/PV/PCdoB, outra pelo PL do Paraná.

O regimento interno estabelece que as decisões em ações que podem levar à cassação de registro ou à perda de diplomas somente poderão ser tomadas com a presença de todos os membros do Tribunal.

De acordo com a mídia, em linhas gerais, o PL sustenta ter havido “desequilíbrio eleitoral” devido a supostas irregularidades na campanha de Moro, a começar por sua filiação ao Podemos.

A sigla de Jair Bolsonaro questiona o fato de o ex-magistrado ter se lançado pré-candidato à Presidência e depois ter migrado para o União Brasil a fim de concorrer a senador.

 

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas