Nova fronteira entre Azerbaijão e Armênia para evitar uma guerra

Mapa Armênia Azerbaijão Misto Brasil
Azerbaijão e Armênia chegaram a um acordo para a fronteira entre os dois países/Arquivo/Forças Terrestres

Os dois países concordaram em estabelecer limites mais precisos na província de Tavuch, que pertence a Armênia

Por Misto Brasil – DF

As mudanças devem ocorrer na província de Tavush, que faz fronteira com o Azerbaijão, disse o primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, nesta segunda-feira (18). Países vivem tensões históricas desde 1988, quando decidiram se separar da República Soviética do Azerbaijão.

“Nossa política é evitar a guerra, não permitir que ela comece. Portanto, tomamos a decisão de que deveríamos concordar em estabelecer uma fronteira mais precisa nessas áreas. Estamos fazendo isso não apenas no interesse da República da Armênia, mas também para as aldeias de Voskepar e Kirants para garantir a segurança dessas localidades”, alegou Pashinyan durante reunião com moradores da província.

Na última semana, o primeiro-ministro chegou a declarar que a Armênia pretendia construir novos trechos de estradas na fronteira com o Azerbaijão, inclusive com vias que passam pelo país vizinho.

O governo da Armênia ainda considerou a possibilidade de trocar partes iguais de território com o Azerbaijão para manter o controle de toda a estrada, mas abandonou o plano para não criar incertezas adicionais, acrescentou Pashinyan.

Agora, as autoridades pretendem reconstruir o trecho ausente da rodovia no território armênio. O primeiro-ministro também não descartou que o processo de delimitação de fronteira entre os dois países possa começar na província de Tavush.

As autoridades armênias reconhecem que a delimitação da fronteira com o Azerbaijão deve levar em conta questões territoriais específicas, como o enclave de Artsvashen no território vizinho e vários enclaves do Azerbaijão na Armênia. Conforme o governo, o Azerbaijão controla 31 aldeias ligadas ao país.

Apesar dos planos, a oposição armênia considera inaceitável a transferência de enclaves ao Azerbaijão, já que há estradas que ligam o país à Geórgia e ao Irã, segundo informou a Agência Sputnik.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas