Adasa lança o projeto do memorial da água, que será construído às margens do Paranoá

Projeto memorial da água Adasa DF Misto Brasil
Proposta do projeto do Memorial da Água a ser construído em Brasília/Divulgação

A proposta consiste em quatro núcleos que envolve o museu da água, o centro de estudos, o anfiteatro e os prédios administrativos

Por Misto Brasil – DF

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) apresentou o projeto do Memorial Internacional da Água – Mina durante o evento Conexão Brasília Museu Aberto, na embaixada de Portugal. O projeto faz parte das comemorações em torno do Dia Mundial da Água, que será comemorado na próxima sexta-feira (22).

A maquete foi elaborada pelo maquetista Gilberto Antunes, que trabalhou durante 50 anos com Niemeyer. O projeto será construído na orla do Lago Paranoá, próximo à Concha Acústica.

As miniaturas dos quatro núcleos principais – o Museu da Água, o Centro de Estudos da Água, o Anfiteatro e os prédios administrativos – foram feitas com papel cartão e acrílico pintados.

Os detalhes do complexo arquitetônico foram expostos pelo diretor-presidente da agência, Raimundo Ribeiro, e pelo coordenador do projeto e diretor da Agência, Rogério Rosso.

“O Brasil, por deter 12% da água doce disponível no planeta, não poderia deixar de oferecer uma alternativa, que é um palco internacional para todos aqueles que querem propor discussões e estudos sobre o tema”, disse Ribeiro.

Para o professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), José Carlos Coitinho a iniciativa de uma entidade dedicada à temática água é muito oportuna.

“É uma bela iniciativa respaldada por um projeto magnífico que traz a forma inconfundível de Niemeyer. Vivemos num momento onde o globo está enfrentando uma crise hidrográfica e energética, nos tranquiliza saber que tem pessoas pensando nesses debates”.

O que é o projeto e o que diz a proposta

O projeto consiste em uma proposta pedagógica de disseminação de informações sobre recursos hídricos e saneamento básico. O objetivo é conscientizar e mobilizar a população na condução de práticas individuais e coletivas que fomentem o uso racional, sustentável e responsável da água.

está posicionado estrategicamente no coração do Cerrado brasileiro, região que embora apresente baixa disponibilidade hídrica superficial, exerce grande contribuição para bacias hidrográficas do país, sendo considerada o Berço das Águas do Brasil.

O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil e da América do Sul. A região do planalto central, onde o Distrito Federal está localizado, se insere neste bioma, que abriga grande número de nascentes e áreas de recarga hídrica, desempenhando papel fundamental no processo de distribuição dos recursos hídricos para outras regiões brasileiras e do continente sul-americano. Das 12 principais bacias hidrográficas do Brasil, oito têm suas nascentes no Cerrado.

O Mina será construído na orla de um dos principais cartões postais do Distrito Federal – o Lago Paranoá. O lago artificial urbano, localizado na região central de Brasília, é símbolo da capital do Brasil e exemplo de boa gestão do saneamento básico e beleza natural.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas