Primeiro navio com ajuda humanitária deixou a ilha do Chipre

Open Arms navio ajuda humanitária Faixa de gaza Misto Brasil
Navio da Open Arms com ajuda humanitária para a Faixa de Gaza/Arquivo/Open Arms

A criação do corredor marítimo de ajuda humanitária à Faixa de Gaza a partir do Chipre foi anunciada nesta sexta-feira

Por Misto Brasil – DF

O governo do Chipre confirmou neste sábado (09) que o primeiro navio transportando ajuda humanitária para Gaza, da ONG espanhola Open Arms, poderia deixar a ilha neste fim de semana.

O Chipre advertiu que há questões a serem esclarecidas e que incidentes de segurança não podem ser descartados, já que se trata de uma “zona de guerra”.

A criação do corredor marítimo de ajuda humanitária à Faixa de Gaza a partir do Chipre foi anunciada nesta sexta-feira pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, como parte dos esforços internacionais para trazer alívio à crise no enclave palestino.

O anúncio foi feito um dia depois de o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ordenar as Forças Armadas americanas a facilitarem a construção de um porto temporário em Gaza para permitir a entrega de alimentos.

Os envios aéreos organizados pelos EUA não têm sido suficientes para abastecer a população de 2,2 milhões, ameaçada pela fome e por uma grave escassez de recursos após cinco meses do

“Há muitos elementos, então ninguém pode dizer que não há problemas, porque estamos nos movendo em uma zona de guerra“, disse o ministro das Relações Exteriores do Chipre, Constantinos Kombos.

Ele respondeu a pergunta da agência de notícias CNA sobre se Israel deu garantias de segurança para a chegada da ajuda por mar. Kombos anunciou em dezembro, junto com seu colega israelense Eli Cohen, a abertura de um corredor marítimo humanitário a partir da ilha, informou a Agência DW.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas