Embratel reduziu o isolamento de Brasília

Brasília história espaço vazio Misto Brasil
Os espaços vazios que caracterízam o projeto urbanístico de brasília/Arquivo Nacional

Isso consolidou o papel de Brasília como capital e permitiu uma gestão mais integrada e coordenada das políticas públicas

Por Sérgio Botelho – DF

Conforme expusemos na crônica anterior, a falta de entretenimento na primeira década, e até mais um pouco, da nova capital federal provocava um inquietante estado de solidão ao seu povo.

Os que podiam, mergulhavam de corpo, alma e dinheiro na ponte aérea possibilitada pelo Electra da Varig, especialmente às sextas-feiras, para rever as delícias de um fim de semana na velha capital federal, o maravilhoso Rio de Janeiro.

Quando o trabalho chamava essa gente de volta, haja falta do que mais fazer afora a labuta diária e as mesmices da convivência, nos blocos das superquadras, com os colegas de trabalho, em grande parte das situações.

Um dos primeiros acontecimentos a quebrar um pouco essa falta de entretenimento foi o início da operação da Embratel. Em 20 de julho de 1969, quando o homem pisou na lua, o Brasil inteiro assistiu ao vivo, inclusive Brasília. Se o Brasil acompanhou a história com deslumbramento, Brasília então foi especial aquele instante.

Era um acontecimento espetacular para a cidade. Pelo menos, a partir dali, seria possível assistir programação de TV com igual espaço de tempo que Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, de onde procedia a maior parte dos habitantes do Plano Piloto.

As incontáveis famílias que continuavam a chegar à nova capital vindas do Norte e do Nordeste seguiam se amontoando em casas de madeira pelas cidades satélites.

A essas pessoas o direito ao entretenimento não fazia exatamente parte das necessidades de primeira ordem, restritas ao campo de se abrigar e comer. Ou seja, a velha e impertinente desigualdade social brasileira.

Mas para os que já haviam superado essa fase tão primária das necessidades humanas, a chegada da Embratel provocou um certo alívio, pela quebra do isolamento cultural que vigorava absoluto no Distrito Federal.

Depois dessa primeira transmissão, ao menos foi possível assistir ao vivo jogos de futebol envolvendo times do Rio, São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul, ao menos durante os torneios nacionais.

Além disso, a Embratel permitiu a melhoria das instalações de linhas telefônicas e sistemas de telecomunicação que mais ágeis e eficientes conectaram Brasília não apenas com as principais cidades brasileiras, mas também com outros países, facilitando tanto as comunicações governamentais quanto as comerciais e pessoais.

Isso consolidou o papel de Brasília como capital e permitiu uma gestão mais integrada e coordenada das políticas públicas com relação ao Brasil como um todo.

(Sérgio Botelho é jornalista)

Outros textos da série Brasília e suas histórias

Leia – a solidão de Brasília 12 anos depois de inaugurada

Leia – Rita Hayworth em Brasília

Leia – Juscelino desmente boatos de continuísmo

Leia – Em 1962, Brasília ainda alimentava pessimismos como capital do Brasil

Leia – a saga da Cidade Livre

Leia – Academia Brasileira de Letras decide ficar no Rio

Leia – a pedra fundamental de Brasília

Leia – o despejo dos hóspedes do Brasília Palace Hotel

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas