Ataques a navios petroleiros no Mar Vermelho pode elevar preço do petróleo

Mar Vermelho mapa Misto Brasília
Detalhe do Mar Vermelho onde acontecem ataques a navios/Arquivo

Foi o que disse o presidente da Petrobras, Jeal Paul Prates., Os preços podem chegar a R$ 445 por barril

Por Misto Brasil – DF

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou nesta segunda-feira (29) em entrevista à Bloomberg TV que, se os ataques a navios petroleiros no Mar Vermelho se intensificarem, os preços do barril de petróleo podem ultrapassar US$ 90 (cerca de R$ 445) por barril.

“Temos um gargalo muito frágil para o negócio do petróleo e gás. Ninguém estava prestando atenção nisso durante décadas. Você tem o Iêmen de um lado e a Somália do outro”, comentou ele no programa.

O petróleo atualmente está sendo negociado entre US$ 70 (R$ 346) e US$ 90 e deve continuar nessa média ao longo de 2024, se os ataques houthis cessarem, comentou ele.

Em meados de novembro passado, os houthis começaram a atacar navios afiliados a Israel no Mar Vermelho, em solidariedade com os palestinos na Faixa de Gaza, causando uma queda acentuada no tráfego marítimo através do canal de Suez.

A Petrobras não foi afetada pelos ataques, porque não transporta muito petróleo pelo canal de Suez, acrescentou Prates.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas