Deputado que chefiou a Abin é alvo de operação da Policia Federal

Alexandre Ramagem e Jair Bolsonaro Misto Brasil
Jair Bolsonaro e o atual deputado Alexandre Ramagem/Arquivo/Divulgação

Alexandre Ramagem chegiou a Agência de Inteligência no governo Bolsonaro e no período dos grampos ilegais

Por Misto Brasil – DF

O deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ) é o principal alvo da Operação Vigilância Aproximada que está sendo realizada pela Polícia Federal.

Os agentes estão cumprindo mandado de busca e apreensão no gabinete do parlamentar na Câmara dos Deputados. E também no seu apartamento funcional que pertence à Câmara no início da Asa Norte.

Operação é para investigar organização criminosa que se instalou na Agência Brasileira de Inteligência (Abin). As diligências ocorrem em Brasília (18), Juiz de Foro(01), São João Del Rei(01) e Rio de Janeiro(01).

O deputado, que é delegado da Polícia Federal, chefiou a Abin no período dos grampos ilegais para monitorar ilegalmente autoridades públicas e outras pessoas durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Nessa vigilância foram usadas ferramentas de geolocalização de dispositivos móveis sem a devida autorização judicial.

De acordo com informações da Polícia Federal, estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, além de medidas cautelares diversas da prisão, incluindo a suspensão imediata do exercício das funções públicas de sete policiais federais.

A operação é uma continuação das investigações da Operação Última Milha, deflagrada em 20/10/2023.

As provas obtidas a partir das diligências executadas pela Polícia Federal à época indicam que o grupo criminoso criou uma estrutura paralela na Abin e utilizou ferramentas e serviços daquela agência de inteligência do Estado para ações ilícitas, produzindo informações para uso político e midiático, para a obtenção de proveitos pessoais e até mesmo para interferir em investigações da Polícia Federal.

Os investigados podem responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas