Presidente do Equador Daniel Noboa afrouxou o estado de exceção

Equador prisões onda de violência Misto Brasil
Centenas de pessoas foram detidas na onda de violência no Equador/Arquivo/Reprodução vídeo

A capital Quito, a cidade de Guayaquil e outros 36 regiões permanecem na zona vermelha de alto risco

Por Misto Brasil – DF

O presidente equatoriano, Daniel Noboa, afrouxou nesta quarta-feira (24) o estado de exceção em todo o país, suspendendo o toque de recolher em 160 cantões para normalizar a vida cotidiana prejudicada pelo recente aumento da violência de facções criminosas.

Quito, Guayaquil e outros 36 regiões permanecem na zona vermelha de alto risco.

“Acabei de assinar um decreto para flexibilizar o toque de recolher em todo o país. Essa restrição foi suspensa em 160 dos 221 cantões”, escreveu o presidente no X.

A decisão foi tomada com base em relatórios sobre a evolução de cada cantão separadamente, afirmou a presidência equatoriana em comunicado, acrescentando que dos 61 cantões onde ainda persiste o toque de recolher noturno, 38 foram agrupados na área vermelha de alto risco e outros 23 na área amarela de médio risco.

O toque de recolher noturno permanece em pleno vigor, principalmente em cidades como Guayaquil, Quito, Machala, Durán e Esmeraldas.

No início de janeiro, eclodiram distúrbios violentos no Equador depois que dois líderes de facções criminosas escaparam de uma prisão em Guayaquil. No dia 8 de janeiro, Noboa declarou estado de exceção para acionar as Forças Armadas, divulgou a Agência Sputnik.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas