Ronaldo Caiado é o novo presidente do Consórcio Brasil Central

Consórcio Brasil Central reunião governadores Misto Brasil
Encontro dos governadores em Brasília no Consórcio Brasil Central/Divulgação/Agência Brasília

Ele foi eleito entre os governadores da entidade no encontro em Brasília. O consórcio aderiu ao Plano do Brasil Sem Fome

Por Misto Brasil – DF

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União) será o novo presidente do Consórcio Brasil Central (BrC). A escolha na forma de rodízio aconteceu durante o encontro, em Brasília, dos governadores de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Rondônia e do Distrito Federal.

O governador de Goiás recebeu o cargo do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (União). Ele presidiu a entidade por um ano.

Caiado defendeu uma política de “convergência” entre Estados do Centro-Oeste e Norte com os demais governos do país.

“Saberemos defender cada um que habita em nossos Estados, com uma visão maior do que somos. Esse consórcio não é isolado, mas extremamente aberto, de mãos estendidas a todos os outros Estados da federação”.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) presidiu o BrC entre 2021 e 2022, quando liderou a concessão de linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) e a redução de 30% do custo da compra de medicamentos pelo BrC, fruto do projeto Saúde Compras Compartilhadas.

O consórcio aderiu ao Plano Brasil Sem Fome, do governo federal, que tem como meta tirar o Brasil do mapa da fome até 2030.

Representando o DF, o governador Ibaneis Rocha mencionou os restaurantes comunitários e os programas Cartão Prato Cheio e Vale Gás como iniciativas de sucesso para garantir comida nos lares de quem mais precisa, registrou a Agência Brasília.

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome do Brasil, Wellington Dias, informou que 33 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar moderada.

“Precisamos atender e garantir as condições de alimentação e também dar as condições de tirar a população da pobreza”. Segundo o ministro, 21 milhões de famílias foram tiradas da condição de pobreza por meio de programas sociais.

Foram premiados os vencedores do Prêmio Boas Práticas. O programa registrou 139 inscrições.

Os projetos vencedores foram a Infraestrutura e Logística – Aplicativo Transportador, de Mato Grosso do Sul. Educação – Estudantes de Atitude, de Goiás. Desenvolvimento Econômico – RenovaDF, do Distrito Federal. Segurança Pública – Programa Capacitação com Qualidade de Vida e Resultados, de Mato Grosso. Gestão Pública – Plataforma Unificada de Serviços Digitais para o Cidadão, de Mato Grosso.

Os vencedores receberam R$ 20 mil. O estado do Mato Grosso, com o projeto de Plataforma Unificada de Serviços Digitais, conquistou o primeiro lugar geral e levou uma premiação adicional de R$ 30 mil.

Também foi premiado um projeto do Hospital de Santa Maria chamado de Time de Reabilitação. Ele consiste num trabalho de mobilização para que pacientes internados tenham uma reabilitação mais ágil e humanizada.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas