Portugal vai integrar as forças de segurança no Mar Vermelho

Golfo de Áden Mar Vermelho Misto Brasil
Golfo de Áden fica na região do Mar Vermelhpo/Arquivo

A diplomacia do bloco europeu discutiu a criação de uma missão no Mar Vermelho para repelir os ataques das milícias houthis do Iêmen

Por Misto Brasul – DF

De acordo com a mídia de Portugal, o país vai integrar a iniciativa da União Europeia (UE) no Mar Vermelho e medir as capacidades de resposta ante a ameaça de ataques na região, afirmou na segunda-feira (22), o ministro dos Negócios Estrangeiros do país.

“Portugal apoiará esta missão […], incluirá uma componente de capacidade de intervenção em defesa de navios que estejam a ser ameaçados e do nosso lado o Ministério da Defesa dirá qual é a disponibilidade para apoiarmos. Não será seguramente com uma fragata ou um navio, mas haverá alguma participação do nosso lado”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros português, João Gomes Cravinho, no final da reunião dos ministros das Relações Exteriores do bloco, em Bruxelas.

Segundo o Correio da Manhã, a diplomacia do bloco europeu discutiu a criação de uma missão no Mar Vermelho para repelir os ataques das milícias houthis do Iêmen à navegação internacional.

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, mais cedo, já havia pontuado o acordo da UE em, “a princípio”, lançar uma missão de segurança conjunta no mar Vermelho e manter presença na região a espelho dos EUA e do Reino Unido.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas