Metrô-DF adota medidas de segurança para evitar novos incidentes

Incêndio metrô DF Misto Brasília
Incêndio num dos vagões do metrô do Distrito Federal/Arquivo/Reprodução X

A frota de trens passará por inspeções e testes. As medidas acontecem depois do incêndio que queimou um vagão

Por Maria Eduarda – DF

O Metrô-DF  informou que atualizou as medidas de segurança e prevenção de acidentes após o incêndio no vagão em Águas Claras. O Conselho Permanente de Segurança do Metrô (Copese) está executando as ações e ampliado a proteção para os passageiros.

A companhia de metrô também informou que deve contratar uma empresa especializada para checar a segurança do sistema. Ainda não foi definida a forma de contratação emergencial.

A frota dos trens mais antigos será inspecionada e submetida a testes para identificar possíveis pontos de sobreaquecimento nos circuitos e painéis elétricos localizados no interior dos armários elétricos e sancas dos carros dos trens.

São usadas câmeras termográficas na manutenção e, caso seja identificado um possível ponto de sobreaquecimento, a intervenção corretiva é imediata, segundo garantiu a assessoria da companhia.

Oito dos 20 trens já passaram também por inspeções visuais e medições de fuga de corrente nos capacitores, contatoras, relés e fiação dos painéis do Sistema de Ventilação. Essas ações, somadas à termografia dos painéis elétricos, ocorrerão em todos os trens.

“Neste incidente, o piloto cumpriu perfeitamente os procedimentos que deviam ser executados, evitando expor usuários a qualquer risco. De qualquer forma, estamos reforçando o treinamento”, comentou o presidente da companhia, Handerson Cabral.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas