Aluguel no Distrito Federal atingiu o maior patamar de toda a série histórica

Asa Sul DF Imóvel Misto Brasília
Detalhe da quadra residencial da 409 da Asa Sul/Arquivo

Os dados mostram ainda que a alta mensal de 2,77% e a alta acumulada em 12 meses de 12,23% são as maiores já vistas desde 2019, início da série

Por Misto Brasil – DF

Após uma queda em novembro, o aluguel no Distrito Federal atingiu o maior patamar de toda a série histórica no final do ano.

Os dados mostram ainda que a alta mensal de 2,77% e a alta acumulada em 12 meses de 12,23% são as maiores já vistas desde 2019, início da série.

Os dados constam do Índice de Aluguel QuintoAndar Wimoveis, divulgado nesta segunda-feira (15). Segundo o indicador, nenhuma região teve uma desvalorização quando analisado todo o ano de 2023.

Os dados mostram que o desconto médio das transações, feitas em dezembro, foi de 2,1% – 0,8 ponto percentual a menos que no mesmo mês de 2022.

“Apesar da alta recorde, a variação é em próxima da registrada nos meses finais de 2022. Isso mostra que o mercado brasiliense segue resiliente e consistente, mantendo o crescimento mesmo após recuperar as perdas registradas nos últimos anos”, observou o especialista em dados do Grupo QuintoAndar, Pedro Capetti.

O Setor de Clubes Esportivos Sul teve uma valorização expressiva no ano passado de 20,7%. O Setor Sudoeste (15,5%), o Lago Norte (15,4%), Taguatinga (13,2%) e a Asa Norte (11,9%).

Regiões mais caras de acordo com o metro quadrado

Setor de Clubes Esportivos Sul – R$ 89,0

Setor Sudoeste – R$ 45,9

Asa Sul – R$ 45,1

Asa Norte – R$ 44,4

Lago Norte – R$ 43,6

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas