Variação de 0,26% em dezembro no Índice Nacional de Custo da Construção

Cimento construção civil Misto Brasília
O cimento e a mão de obras são componentes essenciais no processo de desenvolvimento/Arquivo

Comparado a dezembro de 2022, quando o índice subiu 0,27% no mês e registrava um aumento de 9,40% em 12 meses

Por Misto Brasil – DF

Brasília, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo experimentaram uma aceleração no Índice Nacional de Custo da Construção.

No Brasil, houve uma variação de 0,26% em dezembro, marcando uma aceleração frente a taxa de 0,10% registrado no mês anterior. De janeiro a dezembro de 2023, o INCC-M acumulou alta de 3,32%.

Comparado a dezembro de 2022, quando o índice subiu 0,27% no mês e registrava um aumento de 9,40% em 12 meses.

A taxa do índice relacionada a Materiais, Equipamentos e Serviços apresentou uma alta, passando de -0,12% em novembro para 0,28% em dezembro.

O índice referente à Mão de Obra aumentou 0,23% em dezembro, comparado à variação de 0,42% no mês anterior, novembro.

Dentro do grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, a taxa relativa a Materiais e Equipamentos teve uma variação de 0,30% em dezembro, o que representa um aumento em relação aos -0,17% observados no mês anterior.

Dois dos quatro subgrupos componentes demonstraram um acréscimo em suas taxas de variação, com destaque para “materiais para instalação”, cuja taxa passou de -1,24% para 1,09%.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas