Guiana e Venezuela se comprometem a não agravar o conflito

Mapa território de Essequibo Venezuela Misto Brasília
Mapa do território de Essequibo, reclamado por Venezuela e Guiana/Arquivo/Reprodução

Os dois países expressaram sua disposição de continuar o diálogo para resolver a disputa sobre o território de Essequibo

Por Misto Brasil – DF

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, disse na quinta-feira (14) que suas tentativas de diálogo direto com Irfaan Ali, seu homólogo da Guiana, e de expor os argumentos históricos de seu país ao território de Essequibo, valeram o esforço.

Como resultado da reunião, os líderes se comprometeram a se afastar de qualquer ação que pudesse agravar o conflito, e acordaram continuar o diálogo bilateral em questões de importância para a Venezuela e a Guiana.

A Venezuela e a Guiana expressaram sua disposição de continuar o diálogo para resolver a disputa sobre o território, após a conclusão em São Vicente e Granadinas de uma reunião entre os presidentes dos dois países.

“Acredito e digo ao nosso povo, neste momento, que valeu a pena defender a verdade da Venezuela, erguer a bandeira da verdade, redigir nossas razões históricas e buscar com a diplomacia da paz o caminho do diálogo, do entendimento, para canalizar essa controvérsia histórica para onde ela deve estar”, disse o alto responsável ao regressar à Venezuela.

O presidente descreveu a reunião como marcada pelo diálogo e pelo respeito, e agradeceu aos líderes da Comunidade do Caribe (Caricom) e da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), Brasil, Colômbia e Honduras por seus esforços.

Em 5 de dezembro, Maduro anunciou medidas sobre o território disputado após os resultados de um referendo consultivo realizado dois dias antes, incluindo a Lei Orgânica para a Criação de Guiana Essequiba, a criação da Zona de Defesa Integral de Guiana Essequiba, e a publicação do novo mapa da Venezuela.

O referendo recolheu 10,5 milhões de votos, em resposta à decisão da Guiana de licitar jazidas de petróleo no Essequibo, anotou a Agência Sputnik.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas