Caiado sugere subsidiar parte do transporte público do Entorno

Governador de Goiás Ronaldo Caiado
Ronaldo Caiado é o atual governador de Goiás/Arquivo/Divulgação

O subsídio está em discussão entre os governos do Distrito Federal e Goias e a ANTT, mas ainda não foi definido a fórmula

Por Misto Brasil – DF

Os usuários do transporte intermunicipal do Entorno do Distrito Federal podem ser beneficiados por um subsídios nas tarifas das passagens. O acordo está sendo costurado entre os governos do Distrito Federal, de Goiás e a Agência Nacional de Transportes (ANTT)

Foi o que disse o governador de Goiás, Ronaldo Caiado. Pelos entendimentos até agora definidos, o valor do subsídio será dividido em três partes iguais.

“Por várias vezes nos reunimos com o governo federal, mas até agora a ANTT não deu o aval. Com essa estratégia poderíamos nivelar a passagem de toda região do Entorno de Brasília em um preço fixo e a partir daí o cidadão teria tranquilidade em saber o quanto vai pagar”, afirmou Caiado na entrevista que concedeu ao Balanço Geral DF, da TV Record Brasília.

De acordo com a sua assessoria, Caiado cita como exemplo a região metropolitana de Goiânia. Há um acordo entre o governo de Goiás e prefeituras, que subsidiam o transporte público.

“No caso do Entorno, esse assunto nunca foi adiante por um motivo só: como envolve dois estados, a ANTT tem a responsabilidade de pautar a política de transporte, ela comanda. Se não fosse isso, já estava resolvido”.

Estima-se um fluxo diário de 173.313 trabalhadores entre os municípios do Entorno e Distrito Federal. Além disso, 271.562 pessoas da região utilizam os serviços de saúde e 20.348 pessoas estudam na rede pública do DF.

Em janeiro desse ano, foi criada a Região Metropolitana do Entorno do Distrito Federal, a partir da lei complementar nº 181 aprovada pela Assembleia Legislativa goiana. Na época, foi apontado como o principal desafio da região a mobilidade urbana.

Segundo um levantamento de 2020, a região do Entorno possui 17,2% da população de Goiás, mas gera apenas 9,2% do PIB do Estado. O Entorno possui as maiores taxas de pobreza e extrema pobreza, de desocupação e informalidade e maior proporção de desocupados que procuram emprego há dois anos ou mais.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas