Copom baixa a taxa Selic e Ibovespa subiu 2,42%

Banco Central Fachada Misto Brasília
Banco Central também tem a responsabilidade de controlar a inflação/Arquivo/Divulgação

O índice foi divulgado há pouco e era esperado pelo mercado financeiro e também pelo setor produtivo brasileiro

Por Misto Brasil – DF

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou há pouco que reduziu a taxa Selic para 11,75%. O percentual era previsto pelo mercado financeiro e pelo setor produtivo brasileiro. A redução foi de 0,5 ponto percentual. Atualizado às 19h06

Em 11,75%, a taxa chegou ao menor nível desde o início de março de 2022 – quando estava em 10,75% ao ano.

Para a analista da Money Wise Research, Cleide Rodrigues, como a bolsa de valores tem uma relação inversa com a taxa de juros, esse  é um excelente momento para se posicionar em bolsa porque a tendência dos ativos é de valorização.

“Alguns setores são bastante sensíveis à taxa de juros e, com a continuidade da queda da Selic, podem se beneficiar, especialmente o varejo e a construção civil. Contudo, é importante ressaltar que não se trata de investir em qualquer empresa desses setores, mas sim em empresas com fundamentos sólidos”.

Após alternar entre leves perdas e ganhos durante boa parte do dia, o Ibovespa subiu 2,42%, aos 129.465 pontos nesta quarta-feira (13), ou Super Quarta, com decisões dos bancos centrais americano e brasileiro, informou o Infomoney.

O movimento, que aproxima o índice dos 130 mil pontos e o levou ao seu maior patamar no fechamento desde junho de 2021, se dá após as autoridades monetárias americanas decidirem, no Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto, na sigla em inglês), manter a taxa de juros por lá – além de terem sinalizado a possibilidade de um corte de 75 pontos-base em 2024.

“A taxa de juros, como o esperado, não foi alterada. Porém tivemos algumas novidades ‘dovish’ no anúncio”, avalia Marcelo Oliveira, CFA e sócio-fundador da Quantzed. “A maioria dos membros vê cortes de juros em 2024, com uma mediana em três cortes de 0,25 ponto percentual. Isso foi bem visto pelo mercado, as taxas de juros dos títulos caem forte, e bolsa subindo forte”.

“O comunicado divulgado após a reunião também manteve o protocolo na terminologia, deixando em aberto o que virá na sequência ao enfatizar que os próximos movimentos de política monetária dependerão da evolução dos dados econômicos, particularmente com relação à inflação, atividade econômica e expectativas. No entanto, foi mencionado que indicadores recentes mostram que a atividade econômica vem desacelerando e que, apesar de ainda alta, a inflação também vem perdendo força ao longo do ano”, diz Danilo Igliori, economista-chefe da Nomad.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas