Câmeras de videomonitoramento em mais cinco regiões administrativas

Videomonitoramento DF Câmaras de vigilância Misto Brasil
Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob)/Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

Até o fim do ano, Lago Sul, Lago Norte, Paranoá, Varjão e Jardim Botânico devem ter esse dispositivo tecnológico

Por Misto Brasil – DF

Até o fim do ano, mais cinco regiões administrativas – Lago Sul, Lago Norte, Paranoá, Varjão e Jardim Botânico –, terão câmeras de videomonitoriamento. Até agora, 24 regiões têm esse tipo de monitoradas em tempo real.

As câmeras são de alta resolução – 2MP e Full HD. As imagens são transmitidas em tempo real para o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

O Distrito Federal passará a ter 1,1 mil câmeras em funcionamento.Foram investidos R$ 14.038.115,62 no Programa de Videomonitoramento Urbano (PVU). Por questões de segurança, os pontos de instalação não são divulgados.

A nova fase de ampliação teve início neste ano e deve ser finalizada em 2025, com o aumento estimado de 500 novas câmeras em regiões administrativas que ainda não contam com a tecnologia.

“O uso das imagens captadas pelas câmeras de segurança pode contribuir com o encurtamento do tempo de investigação e consequente responsabilização mais rápida do infrator, auxiliando nas investigações realizadas pela Polícia Civil do Distrito Federal [PCDF] e órgãos do Judiciário, como Ministério Público e tribunais. Possibilita o emprego de um policiamento mais inteligente e mais efetivo”, garante o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas