Distrito Federal amanhece sem ônibus nesta segunda-feira

Greve rodoviários ônibus DF Misto Brasil
Passageiros aguardam a saída dos ônibus no terminal de Santa Maria/Reproduçào TV

Na noite passada, a justiça do trabalho determinou a suspensão da greve, mas a decisão não está sendo respeitada

Por Misto Brasil – DF

O dia amanheceu sem a circulação de ônibus urbanos no Distrito Federal. A greve dos rodoviários alcança 100% da categoria, embora o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) tenha determinado a suspensão do movimento. A greve começou desde o início da madrugada.

A greve impacta hoje cerca de 700 mil usuários. Ontem à tarde, o governador Ibaneis Rocha (MDB) fez um apelo para a suspensão da greve e que aconteceça um acordo entre patrões e empregados.

Hoje à tarde deverá acontecer uma reunião no TRT para uma tentativa de acordo. A justiça do trabalho definiu uma multa diária ao Sindicato dos Rodoviários. Esta é a íntegra da decisão

Leia – rodoviários entram em greve nesta segunda-feira

Muitos passageiros foram pegos de surpresa e as paradas estão cheias de pessoas que pretendem ir ao trabalho. Há uma intensa movimentação de veículos piratas e o trânsito já começa a ficar bem intenso em todas as regiões administrativas.

As faixas exclusivas dos ônibus foram liberadas pelo governo distrital, segundo informou há pouco a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

A companhia do Metrô-DF prometeu reforçar o transporte hoje para compensar em parte a falta de ônibus, mas a operação atende parcialmente a necessidade dos usuários. As estações do metrô estão lotadas.

Leia – presidente do TRT suspende a greve dos rodoviários

Os trabalhadores querem um acordo coletivo de trabalho com as empresas de transporte público para um reajuste salarial, com ganhos acima da inflação. As negociações começam em agosto.

Os trabalhadores receberam uma proposta prevendo reajuste de 5,33% nos salários, no plano de saúde e no plano odontológico, além de reajuste de 8% no tíquete alimentação e de 10% na cesta básica. A categoria considerou que os índices propostos não foram suficientes.

“A categoria rejeitou a proposta apresentada e agora só nos resta ir pra luta, para atender a vontade dos trabalhadores. Esperamos sair vitoriosos”, disse o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal, João Dão.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas