Granadas de pedras da dinastia Ming são descobertas em construção

China granadas de pedra dinastia Ming Misto Brasil
Granadas de pedra feitas de argila na China durante a dinastia Ming/Shangai Daily

As granadas de pedra feitas de cerâmica shell, um tipo de arma que prevaleceu durante aquela era na China

Por Misto Brasil – DF

Uma equipe de arqueólogos descobriu granadas de pedra, datadas de 400 anos, da dinastia Ming, perto da Grande Muralha da China, segundo informou o jornal Shanghai Daily.

De acordo com a Wion, as granadas de pedra foram descobertas em uma construção que teria servido como um depósito, fornecendo uma visão histórica intrigante da era da dinastia Ming, de 1368 a 1644.

Nas ruínas do depósito, foram encontradas 59 granadas de pedra feitas de cerâmica shell, um tipo de arma que prevaleceu durante aquela era na China.

De acordo com os especialistas, essas granadas eram geralmente usadas por guardas posicionados ao longo da Grande Muralha da China durante a dinastia Ming.

Quando essas granadas eram carregadas com pólvora, eram seladas e lançadas para atingir e explodir os inimigos.

Estima-se que a pólvora tenha se originado na China durante os anos 900, e por isso, durante a dinastia Ming, diversas armas contendo pólvora já eram usadas na região.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas