Guerra entre Israel e Palestina provocou a morte de 27 jornalistas

Cinegrafista bombardeio Israel Misto Brasília
Colegas de cinegrafistas correm durante bombardeio israelense/Reprodução vídeo

Outros oito jornalistas foram feridos e nove foram dados como desaparecidos ou detidos desde o início do conflito

Por Misto Brasil – DF

Dados do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), ONG estadunidense que promove a liberdade de imprensa ao redor do mundo, apontam que pelo menos 27 jornalistas foram vítimas da recentes escalada da guerra entre Israel e Palestina, revelou a Agência Sputnik.

“Em 26 de outubro, as investigações preliminares do CPJ mostraram que pelo menos 27 jornalistas estavam entre os mais de sete mil mortos“, afirmou o Comitê.

Leia – cinegrafista foi morte em bombardeio no sul do Líbano

Dentre estes, 22 são palestinos, quatro israelenses e um libanês que estava cobrindo a troca de mísseis na fronteira sul do Líbano entre militantes do Hezbollah e o Exército israelense. Outros oito jornalistas foram feridos e nove foram dados como desaparecidos ou detidos, disse a ONG em seu comunicado.

Dos 22 jornalistas palestinos assassinados, 19 foram vítimas de bombardeios aéreos ou ataques de mísseis israelenses, enquanto três foram baleados em diferentes pontos da Faixa de Gaza.

Duas repórteres israelenses foram mortas durante ataques do Hamas no festival de música Supernova, e os outros dois durante incursões armadas do grupo militante em kibbutz, comunidades agrárias israelenses.

A CPJ ressaltou também que os jornalistas em Gaza enfrentam riscos particularmente elevados em suas coberturas do conflito, desde um iminente ataque terrestre por parte das Forças de Defesa de Israel, a ataques aéreos, interrupções nas comunicações, cortes de energia, ameaças, censuras e o assassinato de familiares.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas