Israel quer ser potência em inteligência artificial

computador teclado Misto Brasília
Os ataques teriam conhecimento do governo da Rússia/Arquivo

Foi a promessa feita pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, num encontro com Elon Musk

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, prometeu converter o país em uma potência em inteligência artificial, bem como uma nova era para a humanidade.

“Estamos no início de uma nova era para a humanidade, a era da inteligência artificial. As coisas estão mudando rapidamente e Israel precisa formular uma política nacional sobre este assunto”, afirmou.



Após manter conversas com Elon Musk, o premiê israelense indicou uma abordagem sobre a necessidade de os governos entenderem as oportunidades da IA e seus riscos.

Netanyahu também indicou que tanto Musk quanto Sam Altman, diretor-executivo da empresa OpenAI, acreditam que Israel poderia ter um papel importante nessa área.



Com isso, o premiê israelense pretende não apenas converter Israel em uma potência cibernética, como em inteligência artificial.

O primeiro-ministro israelense se encontrou com Musk e Altman para discutir a questão sobre a regulação da IA para evitar danos à humanidade.
Em março, Musk e Altman, bem como outros especialistas, assinaram uma carta instando os laboratórios de IA a “suspenderem imediatamente” o treinamento dos sistemas de IA como o GPT-4, pois a tecnologia poderia “destruir a civilização”, anotou a Agência Sputnik.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas