Encontrados navios com relíquias da dinastia Ming

China tesouros da dinastia Ming Misto Brasília
Técnicos fazem a limpeza de tesouros da dinastia Ming/Reprodução vídeo

De acordo com os especialistas, as embarcações continham relíquias bem preservadas de alto valor histórico

Por Misto Brasília – DF

Arqueólogos e historiadores encontraram dois antigos navios naufragados, datados da dinastia Ming. A descoberta demonstrou a significância da rota, além de ter ajudado a compreender o fluxo recíproco da Rota Marítima da Seda.

As duas embarcações emergiram do fundo do oceano, revelando um tesouro de relíquias e perspectivas da rica história marítima da China, segundo o jornal Global Times. Assista o vídeo com as imagens da descoberta logo abaixo.



Os navios foram encontrados a uma profundidade de 1.500 metros em uma vertente continental, marcando a primeira área em grande escala de naufrágio nas profundezas do mar do Sul da China.

De acordo com os especialistas, as embarcações continham relíquias bem preservadas de alto valor histórico, científico e artístico.

No primeiro navio, que cobria uma área de aproximadamente dez mil metros quadrados, foram encontradas cerca de 100 mil relíquias, como artefatos de porcelana ainda selados.



O segundo navio, localizado a aproximadamente 20 quilômetros, revelou diversos troncos de madeira processados e uma pequena coleção de cerâmicas, de acordo com a Agência Sputnik.

Com base nos artefatos encontrados, os especialistas acreditam que o primeiro navio faça parte do reinado do imperador Zhengde, enquanto o segundo faça parte do reinado do imperador Hongzhi, ambos da dinastia Ming.




Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas