Pequenos provedores de internet terão acesso a linhas de crédito

wi-fi Núcleo Bandeirante
Usuários comemoraram a internet gratis na feira do Núcleo Bandeirante/Arquivo

De acordo com o Ministério das Comunicações, somente do Funtel estão disponíveis R$ 80 milhões para essas empresas

Por Misto Brasília – DF

Os pequenos provedores de internet terão acesso a linhas de crédito da ordem de R$ 100 milhões. A maior parte desse dinheiro (R$ 80 milhões) vem do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funtel).



O financiamento será gerenciado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), informou nesta terça-feira (25) o Ministério das Comunicações.

Para que o custo atrativo possa chegar aos clientes da DPR, em especial empresas de menor porte, que costumam ter dificuldades em obter crédito, a taxa de juros a ser praticada em cada Direito Creditório adquirido pelo Fundo será de TR + 9,9% a.a.- inferior a taxa Selic atual (13,75%).



“O BNDES encontra mais um caminho para que o crédito chegue com condições atraentes para as pequenas empresas que compõem a cadeia de fornecimento da grande indústria brasileira. Em setores estratégicos como o de telecomunicações, isso é fundamental”, comentou o diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDEdo banco, José Luis Gordon.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) contabiliza 20 mil provedores de serviço de banda larga fixa. Em torno de 7 mil empresas possuem menos de 10 mil clientes cada, mas, em conjunto, representam cerca de 16% dos acessos (assinaturas) de banda larga fixa em todo o país.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas