Entidade recebeu dinheiro do descarte ilegal de resíduos

Entidade Moinho de Venda Santa Maria DF Misto Brasília
Entidade trabalha com projetos assistenciais e culturais/Reprodução Facebook

Foram comprados materiais e insumos para profissionalizar a Horta Comunitária Moinho de Vento

Por Misto Brasília – DF

O Núcleo de Formação Popular Família Hip Hop/ Moinho de Vento, em Santa Maria, recebeu dinheiro do descarte ilegal de resíduos, homologado pelo Poder Judiciário.



Com os recursos, a entidade assistencial e cultural comprou materiais e insumos para profissionalizar a Horta Comunitária Moinho de Vento. A instituição existe desde 1999 e em 2011 passou a ocupar um espaço abandonado e  a promover ações.

Foram feitas ações de recuperação e de reestruturação física da horta e da composteira. Está sendo produzido material educativo, que será distribuído na comunidade para orientar sobre o uso correto da composteira e evitar que seja inviabilizada por resíduos inapropriados.



Para o promotor de Justiça da Prodema Paulo José Leite Farias, a iniciativa é importante porque fomenta a conscientização ambiental e cultural da comunidade de forma integrada.

“O hip hop, o break dance (modalidade olímpica) e as hortas comunitárias são  atividades que podem parecer distantes uma da outra, mas que têm em comum a valorização da cultura local e o empoderamento das comunidades. Ao reconhecer e valorizar essas atividades, contribuímos para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável, que valoriza a diversidade cultural e a preservação do meio ambiente”.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas