Produção de café no Distrito Federal é de 1,2 mil toneladas

Café produtor José Adorno DF Misto Brasília
José Adorno é um dos mais de 80 produtores de café no Distrito Federal/Acervo pessoal

O produto de ótima qualidade mobiliza mais de 80 agricultores no Paranoá, Planaltina, Brazlândia e Sobradinho

Por Misto Brasília – DF

O Distrito Federal possui 83 agricultores especializados na produção de café de alta qualidade. No ano passado, a produção chegou a 1,2 mil toneladas, segundo os dados do Relatório de Informações Agropecuárias, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

Os números foram apresentados pela estatal em razão do Dia Mundial do Café, que é comemorado nesta sexta-feira (14). As áreas em que a produção se destaca são Paranoá (PADF e Núcleo Rural Jardim), Planaltina (Núcleo Rural Tabatinga), Brazlândia e Sobradinho (Lago Oeste).



“O café tem crescido no DF. O café do Cerrado é de muito boa qualidade, por causa da condição climática. Na época da maturação dos grãos, estaremos na seca, o que é importante”, comentou o gerente do escritório da Emater no PADF, Marconi Borges.

Um dos produtores é José Adorno, que possui um lote no Lago Oeste. A família do médico aposentado começou a cultivar café em 2012, inicialmente com 300 pés. A chácara tem agora 3 mil pés cultivados a 1.250 metros de altitude.



“É um café colhido à mão e só uma vez por ano. É uma colheita bem-selecionada”. Para o produtor rural, a expansão da cafeicultura demonstra que Brasília vai além dos paradigmas de capital da política e do rock.

A pesquisa Indicadores da Indústria de Café 2022, da Associação Brasileira das Indústrias de Café (Abic), confirma essa constatação. A região Centro-Oeste registrou o maior ticket médio de valores gastos com café no Brasil.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas