Começou o processo de transição de governo federal

Ex-governador Geraldo Alckmin Misto Brasil
Geraldo Alckmin é ministro e vice-presidente da República/Arquivo

Bolsonaro recebeu o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que será o coordenador da equipe de Lula da Silva

Conforme anunciado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, no dia 1º, o processo de transição de governo começou nesta quinta-feira (03). O presidente Jair Bolsonaro (PL) quis falar apenas com o vice eleito e excluiu petistas do encontro.

O presidente recebeu o futuro vice-presidente, Geraldo Alckmin, no Palácio do Planalto. Alckmin começou pela manhã o processo de transição do governo ao presidente eleito Lula da Silva.



Bolsonaro estava no Palácio do Alvorada quando Alckmin chegou e, logo depois, seguiu ao Planalto para encontrar com o vice eleito para uma reunião de menos de 20 minutos, relata a coluna de Lauro Jardim em O Globo.

A equipe de petistas que acompanhavam o ex-governador de São Paulo, nomeadamente Gleisi Hoffmann e Aloizio Mercadante, mesmo estando no Planalto. Eles não foram recebidos pelo presidente.


Hoffman, Mercadante e Alckmin tiveram encontro com chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, mais cedo também nesta quinta-feira para tratar da transição. Ao sair do encontro, Alckmin comentou que a conversa com Ciro e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria-Geral da Presidência, havia sido “bastante proveitosa” e que a “transição já começou“.

Anunciado na segunda-feira (1º) como coordenador da transição, o vice eleito afirmou que a tendência é que os trabalhos comecem no próximo dia 7 deste mês, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas