Cerveja copos

Venda de bebidas alcoólicas está liberada na eleição

Na avaliação da justiça eleitoral do Distrito Federal, o comércio não prejudica a segurança do pleito

A venda de bebidas alcoólicas estará liberada no âmbito do Distrito Federal antes e após as eleições de domingo (02). A informação é do Tribunal Regional Eleitoral. A decisão não implica na segurança do pleito eleitoral, segundo acredita a justiça eleitoral. Assiste o vídeo logo abaixo. Atualizado às 14h06

Nas eleições de 2018, a comercialização também foi franqueada. Neste ano, há um clima de animosidade entre os partidários dos dois principais candidatos à Presidência da República. A segurança pública deverá contar com cerca de 12 mil pessoas.



Na sessão de ontem (26), o plenário do TRE aplicou uma penalidade contra a propaganda do candidato Leandro Grass (PV). Por quatro votos a favor e dois contra, a inserção da coligação terá que reproduzir um direito de resposta apresentado pela representação do governador Ibaneis Rocha (MDB).

A veiculação de um minuto vai responder a uma observação feita pela oposição na citação sobre suposta corrupção no governo.

O desembargador Demétrius Cavalcanti entendeu que a acusação na propaganda é potencialmente lesiva, porque suprime a possibilidade de defesa e incute na população em geral uma premissa falsa.