Preso empresário malaio envolvido com escândalo nos EUA

Leonard Francis procurado Interpol Misto Brasília
Leonard Francis foi preso na Venezuela depois de ser procurado nos EUA/Arquivo/Reprodução

O empreiteiro militar prestou serviços à frota do Pacífico da Marinha, onde pagou festas com prostitutas

As autoridades venezuelanas prenderam Leonard Francis, um empresário malaio apelidado de Fat Leonard (Leonard Gordo, em inglês) envolvido em um dos maiores escândalos de corrupção da Marinha dos EUA, quando ele estava prestes a deixar o país através do Aeroporto Internacional Simón Bolívar, Venezuela, relata na quinta-feira (22) a emissora americana NBC News.

HostMídia

O empreiteiro militar, cuja empresa Glenn Defense Marina Asia, sediada em Cingapura, prestou serviços à frota do Pacífico da Marinha dos EUA, é acusado de proporcionar aos militares benefícios pessoais, incluindo festas com prostitutas, petiscos requintados, milhares de dólares em caixas de charutos e garrafas caras de conhaque raro, em troca de informações confidenciais e reencaminhamento de navios militares a portos benéficos para sua empresa.

Francis foi preso em 2013 e em 2015 se declarou culpado de oferecer US$ 500.000 (R$ 2,58 milhões) em subornos. Devido a vários problemas de saúde, incluindo câncer de rim, ele ficou sob prisão domiciliar a partir de 2018.
HostMídia

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas