Vendas online crescem, mas faturamento cai no Centro-Oeste

Vendas pela internet Misto Brasília
As compras pelas plataformas intercionais devem ser taxadas/Arquivo/Academia do Marketing

Levantamento foi divulgado pela MCC-Enet, que fez o comparativo no semestre e em junho

Por Misto Brasília – DF

As compras online no Centro-Oeste tiveram crescimento de 12,64% no primeiro semestre. A região ficou em terceiro lugar, abaixo do Norte (25,84%) e do Nordeste (14,03%) e à frente do Sul (8,48% e do Sudeste (4,97%).

Ao avaliar o índice de faturamento, comparando junho de 2022 ante o mesmo mês do ano passado, o Centro-Oeste teve variação negativa de (-3,20%). Segue em queda na comparação entre junho e maio (-4,68%).

 

HostMídia

 

A pesquisa foi divulgada hoje (25) pelo MCC-Enet, levantamento desenvolvido pela Neotrust em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net).

“Os números do primeiro semestre de 2022 demonstram que os hábitos de consumo dos brasileiros continuam voltados para o comércio eletrônico, mesmo após a reabertura das lojas físicas com o abrandamento das medidas de distanciamento social. São dados que reforçam a importância da economia digital e do comércio eletrônico para a economia brasileira”, comentou o representante do Comitê de Métricas da camara-e.net. Gerson Rolim.

HostMídia

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas