Ex-assessor de Trump condenado por desacato ao Congresso

EUA Steve Bannon ex-assessor Trump Misto Brasília
Steve Bannon foi assessor de Trump e foi investigado pelo Congresso norte-americano/Arquivo

Um júri concluiu que Steve Bannon é culpado de duas contravenções ao se recusar a prestar depoimento

Steve Bannon, um importante ex-assessor do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump e uma figura influente na extrema-direita norte-americana, foi condenado, nesta sexta-feira (22), por desacato ao Congresso por ter desafiado uma intimação do comitê que investiga o ataque do ano passado ao Capitólio, em uma grande vitória da comissão liderada por parlamentares democratas.

Um júri concluiu que Bannon, 68 anos, é culpado de duas contravenções ao se recusar a prestar depoimento e apresentar documentos ao comitê da Câmara dos Deputados que investiga o ataque de 6 de janeiro de 2021, quando apoiadores de Trump tentaram violentamente reverter os resultados da eleição presidencial de 2020.



Cada desacato ao Congresso pode gerar punições entre 30 dias e um ano de prisão, além de uma multa entre 100 e 100 mil dólares. A sentença será determinada posteriormente.

O veredicto emitido pelo júri composto por oito homens e quatro mulheres após menos de três horas de deliberação marcou a primeira condenação bem sucedida por desacato ao Congresso desde 1974, quando um juiz concluiu que G. Gordon Liddy, um dos conspiradores do escândalo de Watergate, era culpado do mesmo crime.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas