Vendas de carros têm queda de 4,8% em maio

Manifestação contra Bolsonaro DF
Mercado de carros está aquecido depois de um ano muito fraco/Arquivo/Reprodução vídeo

As exportações de automóveis registraram alta de 2,7% em junho com relação ao mês anterior

Por Ludmila Souza – SP

A Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) anunciou hoje (8), em São Paulo, que, em junho deste ano, foram vendidos 178,1 mil autoveículos (carros, comerciais leves, caminhões e ônibus), o que representa uma queda de 4,8% em comparação a maio. Na comparação com junho do ano passado, a retração foi de 2,4%.

As exportações de automóveis registraram alta de 2,7% em junho com relação ao mês anterior, com a venda de 47,3 mil veículos para fora do país. Com relação a junho de 2021, a alta foi de 41,2%, quando foram exportadas 33,5 mil unidades. No primeiro semestre de 2022, o acumulado de vendas ficou em 23%, totalizando a exportação de 246,3 mil veículos.



Houve retração na produção de veículos em junho, com queda de 1,1 %% com relação ao último maio. Segundo o balanço divulgado pela Anfavea, foram fabricadas 203,6 mil unidades em junho, enquanto a produção em junho do ano passado ficou em 167,5 mil veículos. No acumulado do primeiro semestre, a queda na produção foi de 5% em comparação com o mesmo período do ano passado.

“A crise global dos semicondutores vem se prolongando mais do que esperávamos em janeiro, em função de novos fatores como a guerra na Ucrânia e os lockdownsna China causados pela nova onda de covid-19, que afetam o fornecimento de insumos e a logística global”, explicou o presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas