Adasa comemora dez anos de proteção das águas do Pipiripau

Serrinha do Paranoá DF cachoeira água Misto Brasília
Serrinha do Paranoá tem pelo menos 50 nascentes de água no Lago Norte/Arquivo/Divulgação

Desde que o programa foi implantado, R$ 3 milhões foram pagos em serviços ambientais

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) irá celebrar uma década da assinatura do primeiro contrato do Produtor de Água no Pipiripau.

O Acordo de Cooperação Técnica assinado entre a Adasa, a Agência Nacional de Água e mais 11 instituições, em 21 de dezembro de 2011, marcou a data de início do programa “Produtor de Água” no Distrito Federal. Atualmente, o programa envolve 17 instituições.



Na sexta-feira (01) serão apresentados os resultados do projeto na bacia hidrográfica e entregues cheques simbólicos a sete novos produtores rurais cadastrados. Com a incorporação das novas propriedades, o projeto alcança a marca de 210 contratos assinados desde a sua implementação.

Desde que foi colocado em prática na bacia do Pipiripau, cerca de R$ 3 milhões foram pagos em serviços ambientais prestados por produtores de água da região.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas