Ministro do STF nega notícia-crime contra Bolsonaro

Ex-ministro André Mendonça sabatina Senado Misto Brasília
André Mendonça durante sabatina na CCJ do Senado/Arquivo/Edilson Rodrigues/Agência Senado

O pedido foi feito pelo senador Randolfe Rodrigues, mas deve ser analisado crimes de prevaricação

O ministro do Supremo Tribunal Federal, André Mendonça, por indicação do presidente Jair Bolsonaro (PL), rejeitou uma ação que pedia que ele se declarasse suspeito em uma notícia-crime envolvendo o chefe da República.


Em resposta ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do pedido, Mendonça disse que não reconhece no caso a presença de “quaisquer de suas hipóteses legais” e decidiu continuar à frente do processo que deve analisar possíveis crimes de prevaricação e advocacia administrativa alegadamente cometidos por Jair Bolsonaro.

A notícia-crime foi protocolada em 16 de dezembro de 2021, enquanto a posse de Mendonça ocorreu no dia seguinte. Ele se tornou o relator da ação por sorteio na Corte.


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas