Busca por apartamentos é maior que para casas no Distrito Federal

Prédio Arniqueira DF Misto Brasília
Há uma valorização dos imóveis usados, mas também cautela do comprador/Arquivo/Divulgação

Levantamento mostra que apenas 22% das pessoas interessadas querem morar em casas

A procura por apartamentos é maior do que para casas. Em destaque ficou o Distrito Federal, com 78% contra 22% das buscas por casas, seguido de Fortaleza (77%), Goiás (75%), Rio de Janeiro (62%), Curitiba (58%), São Paulo (53%) e Belo Horizonte (52%).



O levantamento do Imovelweb foi divulgado hoje (06) e mostra que a busca por espaços de três dormitórios se manteve como uma preferência durante a pandemia.

Em Belo Horizonte, a procura por imóveis de três dormitórios no mês de outubro representou 39% do total de buscas; em 2020, o valor era de 36%. Em Fortaleza e Rio de Janeiro, o aumento foi de um ponto percentual, chegando a 44% na capital cearense e a 30% no Rio. No Distrito Federal (29%) e em Goiás (43%), o interesse por imóveis com mais dormitórios se manteve no patamar de 2020, indicando estabilidade.



“Com a adesão ao home office e ensino remoto durante a pandemia, as pessoas passaram a buscar locais com pelo menos um quarto a mais para que fosse utilizado como escritório e, assim, ajudar na nova rotina, que se estendeu muito mais do que era previsto. Mesmo com a flexibilização e retorno de parte dos escritórios e das aulas presenciais, a demanda por espaços maiores se manteve em algumas capitais e no Distrito Federal”, observou a gerente de marketing do Imovelweb, Angelica Quintela.



Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas