Polícia Federal sede Misto Brasília

Delegados da Polícia Federal insatisfeitos com remoções

Nos últimos 12 meses, oito exonerações de funções foram determinadas por motivos não explicados

Somente neste ano, a Polícia Federal passou por oito exonerações, uma média de uma por mês desde que o atual diretor-geral, Paulo Maiurino, assumiu o cargo, segundo o jornal O Globo.

A última ocorreu nesta semana, quando a corporação decidiu exonerar a delegada Dominique de Castro Oliveira, que atuava junto à Interpol. Ela foi a responsável pela ordem de prisão no exterior do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos no dia 1º, conforme noticiado. Oliveira é a terceira pessoa que perde o cargo após atuar no processo de extradição do blogueiro.



Segundo Edvandir de Paiva, diretor da Associação Nacional de Delegados da Polícia Federal (ADPF), os episódios de remoção de delegados da PF têm se repetido de forma “preocupante”, e o mesmo defende aprovação de leis que protejam “a autonima da Polícia Federal”.

“Esses fatos estão ficando mais recorrentes e incomodam demais. Os delegados estão extremamente indignados e insatisfeitos com toda essa situação. A única solução para resolver isso é a aprovação de leis que protejam a autonomia da PF”, afirmou Paiva citado pela mídia.