Deputado distrital João Cardoso Avante DF Misto Brasília

Distritais derrubam veto e mantém criação do Parque Mangueiral

A nova unidade de conservação que é reivindicada há 11 anos, terá 400 hectares

A Câmara Legislativa derrubou o veto do governador Ibaneis Rocha (MDB), que tinha inviabilizado a criação do Parque Ecológico Mangueiral. O projeto de lei 983/20, define uma área de aproximadamente 400 hectares, que vai do balão de confluência da DF-001 (Estrada Parque Contorno – EPCT) com a DF-465, até as instalações do Complexo da Papuda.

A criação do Parque Ecológico Mangueiral é reivindicada pela comunidade desde a fundação do bairro, em 2010. Diversos moradores fizeram protestos e chegaram a acampar na mata para impedir novas construções na região, entre os anos 2013 e 2014.



O texto propõe a ligação entre as áreas protegidas das bacias do Lago Paranoá e do Rio São Bartolomeu na forma de corredor ecológico. O deputado distrital João Cardoso (Avante), afirmou que será protegido a biodiversidade local e também contribuirá com mais saúde, lazer e segurança para o bairro.

“A minha carreira como auditor fiscal de atividades urbanas da carreira ambiental, acompanhando o crescimento desordenado do DF, me assegura que a medida se faz necessária não só para a preservação da biodiversidade, mas também como forma de assegurar mais segurança e a prevenção da crise hídrica no DF, já que ali se encontram diversas nascentes do Córrego Bora Manso”, disse João Cardoso.