Dólar contagem Misto Brasília

Situação fiscal e indefinição do governo atropelam o mercado

Ignorando completamente o cenário externo, o Ibovespa oscilou ao sabor das inconstâncias fiscais em Brasília. Durante todo o dia, a Bolsa brasileira repercutiu um anúncio que foi cancelado de última hora. Todas as atenções estavam voltadas ao Planalto para o detalhamento do novo Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, mas faltando menos de trinta minutos do início da solenidade, marcada para às 17h, o Ministério da Cidadania adiou o anúncio.



Ainda na seara fiscal, houve um outro cancelamento: o da votação da PEC dos precatórios, na comissão especial da Câmara, que também estava prevista para hoje. A reunião foi agendada para amanhã. A votação da PEC vai indicar se o governo terá ou não espaço de manobra para estourar o teto de gastos.



O dólar comercial fechou na maior cotação desde abril, com alta de 1,33% a R$ 5,593 na compra e R$ 5.594 na venda. O dólar futuro com vencimento em novembro de 2021 sobe 1,37%, a R$ 5,601.