CPI da Covid Senado irmãos Miranda Misto Brasília

Ajudante de ordens confirma encontro de Bolsonaro com Luís Miranda

O ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (sem partido), Jonathas Diniz Vieira Coelho, confirmou que o deputado Luís Miranda (DEM-DF) se encontrou com o presidente. A reunião aconteceu em 20 de março deste ano, quando o parlamentar alertou sobre a compra suspeita da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde.

De acordo com reportagem do O Globo, no depoimento prestado à Polícia Federal no último dia 1º, o capitão-de-corveta da Marinha confirmou que após voltar de um evento em Taguatinga, onde acompanhava o presidente, recebeu uma mensagem de Miranda na qual ele pedia para “avisar o PR que está rolando um esquema de corrupção pesado na aquisição das vacinas dentro do Min. da Saúde”.



O deputado Luis Miranda e seu irmão Luís Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde, denunciaram à CPI supostas fraudes na documentação e nas negociações na compra da Covaxin, que foram intermediadas pela empresa Precisa Medicamentos.

“QUE, de imediato, o Presidente da República solicitou ao depoente que entrasse em contato com o Deputado Federal para pedir que ele comparecesse, ainda no dia 20/03/2021, ao Palácio da Alvorada. QUE ligou para o Deputado Federal informando sobre a orientação do Presidente da República. QUE o Deputado Federal informou que compareceria ao Palácio da Alvorada acompanhado por duas pessoas. QUE recebeu a confirmação do Deputado Federal às 16:07”, diz o depoimento.