Aprosoja invasão Lago Sul Misto Brasília

Sede da Aprosoja no Lago Sul é vandalizada com pichações

Pelo menos 600 pessoas teriam participado do ato. Ninguém foi detido pela Polícia Militar

A Via Campesina Brasil, um braço do Movimento dos Sem-Terra (MST), confirmou há pouco que patrocinou hoje (14) a invasão de uma casa no Lago Sul  (QI 10) que é a sede da Associação Brasileira de Produtores de Soja (Aprosoja).

A casa foi pichada por cerca de 600 pessoas, segundo o próprio MST. Depois da ação de vandalismo, os invasores deixaram o local antes da Polícia Militar chegar ao local. A Polícia Civil do Distrito Federal assumiu as investigações para apurar o caso.

Imagem



De acordo com a mídia,  os invasores arrombaram o portão eletrônico, picharam a frente da casa e jogaram carvão no gramado. Dentro do imóvel eles também picharam paredes e espalharam lixo. A ação durou cerca de 20 minutos. Uma funcionária fazia a limpeza do local quando o grupo chegou.

A Via Campesina informou pelas redes sociais que a ação faz parte da Jornada Nacional da Soberania Alimentar que “denuncia o protagonismo que o Agronegócio cumpre no crescimento da fome, da miséria e no aumento do preço dos alimentos no Brasil”.